DE REPENTE 60+

Por : Aguineri Publicado em 4 de agosto de 2019 Todos

DE REPENTE 60+

 Protagonismo, Saúde e Mercado de Trabalho

Ø 8 e 9 de agosto, na AMRIGS (Av.Ipiranga, 5311), das 8h às 17h

Ø Mediador: Jornalista Renato Martins

Ø Ingresso gratuito

Ø Inscrições no www.parceirosvoluntarios.org.br

Ø 5 palestras, três oficinas e um workshop exclusivo para empresários

Ø REALIZAÇÃO: ONG Parceiros Voluntários

Ø APOIO:  COMUI – Conselho Municipal do Idoso de

Porto Alegre

Ø PATROCINADORES: Gerdau, Instituto Lojas Renner, PwC , Smiles, Sulgás

 

Seminário gratuito DE REPENTE 60+  debate protagonismo, saúde e

mercado de trabalho

 

Hoje os 60+ já representam mais de 15% do Brasil – 30,2 milhões de pessoas, mais do que a população do Chile e do Uruguai juntos – e são responsáveis por 20% do consumo no País, ou seja movimentam R$ 1,8 trilhão. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), entre 2010 e 2050 a população brasileira com 60 anos ou mais vai triplicar e já em 2030 irá ultrapassar o número de criança com idade de 0 a 14 anos.  Quem é essa fatia crescente da população 60+? O Brasil e o Rio Grande do Sul estão se preparando para oferecer emprego, produtos, saúde e lazer para essa parcela de cidadãos que, pelo ritmo atual, ganhará 1 milhão de “idosos” anualmente daqui em diante.  “Eles trabalham, se exercitam, ajudam suas famílias, impactam o meio onde vivem, mas se sentem invisíveis para o mundo. Os produtos, a moda, a indústria não falam com eles como gostariam”, diz Layla Vallias, co-fundadora da Hype60+.

O evento inicia na quinta-feira (8), às 9h,  com a apresentação do grupo de dança da Associação Cultural Amigos Para Sempre.  A primeira palestra  Política Nacional do Idoso – Propostas que estão dando certo, às 10h,  será ministrada por MICHELLE CLOSfundadora e diretora técnica da Senescentis – Longevidade e Qualidade de Vida e autora do livro Mudando de endereço: como escolher um residencial geriátrico.

 

Na sequência, às 11h, é a vez de MÓRRIS LITVAK, fundador da plataforma digital de empregos MaturiJobs, ingressar em um tema que cada vez mais preocupa  os estudiosos no assunto:Preconceito etário e caminhos profissionais para os 50+ no mercado de trabalho “As empresas só têm a perder ao desprezar profissionais mais maduros”, diz Mórris em sua entrevista à VEJA, em 12 de julho. “O cenário macroeconômico de crise , a necessidade de cortar custos e despesas e o avanço da tecnologia no  mercado potencializam a chamada “juniorização” dos talentos das empresas. Não chega a 3% a média de funcionários com mais de 50 anos nas 150 melhores empresas para trabalhar no país, destaca”.

 

Após a atividade laboral comandada por  Marcelo Fernandes, da Conceito – Assessoria Esportiva e Empresarial,  MÔNICA RIFFEL, CEO da MaturiLab, e DEISE CHAMORRO,  especialista nas temáticas de Inclusão e Diversidadeiniciam as palestras da tarde, às 13h30min,  com o tema  A Ressignificação da vida após os 50+ – Tendências e comportamento.  “Vamos fazer uma reflexão sobre o que  muda nas diferentes fases da vida e sobre a busca de novas perspectivas”, comenta Mônica.

A palestra Tendências e oportunidades de negócios na Economia Prateada, programada para às 14h30min, promete atrair executivos do meio empresarial para ouvir LAYLA VALLIAS, cofundadora da Hype60+,  e MARINA FONSECA, fundadora da Pipe.Social.  As duas irão analisar o comportamento dos 60+ e apresentar cases do mercado e dados da pesquisa Tsunami 60+, mostrando o crescimento desse público no RS, no Brasil e no mundo e como as marcas ainda estão despreparadas para atender esse consumidor.

Às 16h, o tema saúde terá a frente o experiente médico ANGELO BÓS, professor no Programa de Mestrado e Doutorado em Gerontologia Biomédica na PUCRS e das disciplinas Métodos Quantitativos de Pesquisa em Gerontologia Biomédica, Epidemiologia e Demografia do Envelhecimento e Saúde Pública e Envelhecimento.  Com currículo de peso internacional, ele irá apresentar no seminário o Programa Assumindo o Controle da sua vida,  desenvolvido pela universidade de Stanford, dos Estados Unidos. “É um programa de autogestão e autocuidado com o objetivo de auxiliar os participantes a ganhar confiança e habilidades para gerenciar melhor as suas condições crônicas”, diz Angelo Bós.

 

 

O primeiro dia encerra às 17h com a apresentação da Banda Pepper Pop, com Marcel Gorski (vocalista) e Eder Mariachi (violão) tocando clássicos da MPB. E pela manhã,  das 10h às 12h,  a Parceiros Voluntários organizou o  workshop Economia Prateada – Tendências e negócios exclusivo para empresários, comandado pelas especialistas Layla Vallias e Mariana Fonseca.

O segundo dia do seminário DE REPENTE 60+ será dedicado à oficinas para lideranças de organizações sociais. Das 9h às 17h, a Parceiros Voluntários coloca a sua equipe em ação para ministrar temas que impactam a gestão das ONGs brasileiras, tais como o Estatuto do idoso e Leis de Incentivo: Como captar recursos para qualificar o atendimento, dirigido por CLÓDIS XAVIER, Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil – Captação e Utilização de Recursos Públicos, por MARILIA TOMAZINI CRIVELLO PIMENTEL, e Elaboração de Projeto para Mobilização de Recursos, com  LISE ORTIZ.

 

%d blogueiros gostam disto: