Elsa & Fred – Uma doçura de filme.

Por : Aguinaldo Neri Publicado em 29 de novembro de 2014 Cultura

ElsaFred

Elsa (Shirley MacLaine) é uma mulher de idade que vive sozinha. Um dia, ela comete uma barbeiragem ao sair com o carro e quebra os faróis do carro de Lydia (Marcia Gay Harden), a filha de seu novo vizinho, Fred (Christopher Plummer). Revoltada com o ocorrido, Lydia exige que Elsa pague o conserto. O filho de Elsa (Scott Bakula) aceita cobrir os danos mas, ao entregar o cheque a Fred, Elsa lhe conta uma história triste que acaba convencendo-o a recusar o valor. Com o tempo, Elsa e Fred se aproximam cada vez mais, apesar do temperamento bastante diferente. Enquanto ela é cheia de vida, ele é rabugento e mal quer sair de casa.

O texto acima é de um destes sites de indicação de filmes. Possivelmente de algum “critico”.

Eu vi um filme doce, mostrando mais uma daqueles encontros que a vida oferece para determinadas pessoas , em fases da maturidade da vida.

Um velho com experiências ruins de vida e uma velha com muita vontade de viver (inclusive por estar doente) e sempre esperando realizar o sonho de entrar na Fonte de Trevi vestida como Anita Ekberg, do filme La Dolce Vita , de Fellini. Inesquecíveis, o filme básico e este. “Vem Marcello” é a frase que ela mais cita e que é exatamente a que a artista do filme de Fellini dizia ao chamar Marcelo Mastroianni para entrar na água da Fonte, também.

Os dois artistas principais conferem um caráter de doçura e realidade para processos de envelhecimento diferentes.

Importante registrar, também, que se trata de um “remake” do filme original feito por argentinos. Os dois filmes são muito bons.

Vale a pena assistir.

O fator idade quase que desaparece, em determinados momentos do filme pois mostram emoções que poderiam ser consideradas como possíveis para todas as idades do relacionamento amoroso de um casal.

 

Aguinaldo Neri

%d blogueiros gostam disto: