Pior que esquecer é ser esquecido(a).

Por : Aguineri Publicado em 30 de setembro de 2019 Todos

Pior do que esquecer é ser esquecido(a)

Passamos uma vida tentando marcar presença na vida de outras pessoas. Este é um dos sentidos da vida. Reciprocidade.

Uma das características de uma das enfermidades que mais assustam as pessoas , o Alzheimer, é a perda contínua da memória.

Eu vivi uma experiência inesquecível. A pessoa que mais esteve presente na minha infância, minha avó, não me reconheceu numa das visitas que fiz à casa dela.

Um choque terrível, e um soco no estômago. Passei vários anos usando tudo o que sei de Psicologia para tentar estabelecer um contato. Infrutiferamente.

Mas…..eu nunca a esqueci. Ela podia não saber quem eu era mas, sem nenhuma dúvida, eu sabia quem ela era.

Mantenho esta lembrança viva, até hoje.

Leio histórias de pessoas que, além deste terrível problema que é a perda da memória deixam de ser interessantes para as pessoas próximas.

Terrível isso. Com certeza, a paciente não saberá distinguir isso mas é uma espécie de traição moral.

Sempre que posso, retomo com familiares historias positivas envolvendo minha avó.

Assim, mantemos a sua memória viva. Fazia isso ao mesmo tempo que ela perdia a dela e faço até hoje.

Trabalho incansavelmente para que a minha vida deixe marcas indeléveis na memória das pessoas próximas.

Assim, diminuo as chances de que, no meu eventual esquecimento, eu possa também ser esquecido.

Abraços, Vó Isolina.

Aguinaldo Neri

%d blogueiros gostam disto: