Qualidade de Vida na Velhice – enfoque multidisciplinar.

Por : Aguinaldo Neri Publicado em 12 de julho de 2018 e Atualizado em 18 de julho de 2018 Uncategorized

Qualidade de Vida na Velhice

Qualidade de vida na velhice é, hoje, um conceito importante, no Brasil, na medida em que existe uma nova sensibilidade para a velhice, derivada do envelhecimento da população, da presença de maior número de idosos ativos e saudáveis na sociedade e da divulgação constante de informações sobre a importância de um estilo de vida saudável e da busca por recursos médicos e sociais que melhorem e prolonguem a vida. Mesmo assim, muitos idosos brasileiros ainda convivem com condições precárias. Estarão eles condenados à infelicidade e a prejuízos físicos e psicológicos incontornáveis? Os que desfrutam de boas condições de vida têm assegurado o acesso a uma velhice satisfatória? Os mais ativos e motivados envelhecem melhor? O que é possível fazer para compensar os prejuízos decorrentes do envelhecimento? Os que tiveram dificuldades no seu desenvolvimento podem viver bem a velhice? Existe uma reserva psicológica que ajuda os mais velhos a lidar com as adversidades? Esta coletânea procura responder a essas questões por meio de textos preparados por especialistas consagrados. Parte dos textos trata de temas novos, entre eles o envelhecimento de pessoas portadoras de deficiência física e mental e as relações dos idosos com a morte. Outros veiculam debates e dados atualizados sobre questões demográficas e econômicas, cuidados de longa duração, saúde bucal, fragilidade biológica, cognição, saúde mental e planejamento de ambientes construídos favoráveis aos idosos. Há, também, textos de natureza conceitual, que apresentam novos enfoques teóricos, e sobre avaliação da qualidade de vida na velhice, apropriados à compreensão e ao atendimento às questões do envelhecimento no Brasil.

%d blogueiros gostam disto: