Trabalhador Idoso nos EUA : salvação.

Por : Aguinaldo Neri Publicado em 11 de maio de 2015 Todos

Business Case para trabalhadores com mais de 50 anos: uma visão do valor da Experiencia – 2015 “– Aon Hewitt – autor.
Divulgada por Laura Bos, da AARP ( Associação Americana de Aposentados).Olderworkertraining

As mudanças na expectativa de vida dos trabalhadores norte americanos está dando muito trabalho para os empregadores de lá. Uma pesquisa da American Society for Human Resources Management descobriu que 4 em cada 10 empregadores estão antevendo problemas de drenagem de talentos – ou mesmo uma crise – caso os trabalhadores com 55 anos ou mais velhos venham a se aposentar .
Entre as principais conclusões do relatório AARP:
1. Sessenta e cinco por cento dos trabalhadores com 55 anos ou acima são vistos como altamente envolvidos/comprometidos com o trabalho.
2. Os trabalhadores idosos não são significativamente mais caros porque as práticas de remuneração e benefícios mudaram nos últimos anos. Os empregadores estão cada vez mais associando pagamentos a desempenho, o que diminuir o efeito do fator idade. E com a melhoria da saúde dos trabalhadores mais idosos, a taxa de custo de cuidados de saúde tem diminuído.
3.A produtividade pode subir com a idade e experiência, mesmo para trabalhos com exigências físicas. Um estudo sobre as linhas de montagem, por exemplo, descobriu que a produtividade aumentou até quando os trabalhadores fizeram 65 anos por causa de um baixo número de erros graves por parte dos trabalhadores mais velhos.
4. Os trabalhadores mais velhos não só usam computadores, tablets, smartphones e mídias sociais, mas eles querem saber mais sobre a nova tecnologia.
Nem todos os empregadores precisam mais se convencer do valor dos trabalhadores mais velhos, diz Bos. Alguns estão tomando medidas para atrair e manter os trabalhadores mais velhos, tais como contratá-los como consultores, oferecendo aposentadoria progressiva e redução de horas, adicionando horários flexíveis ou concepção de posições que poderiam ser uma ponte de trabalho para uma semi-aposentadoria.
A esperança é que o relatório seja usado por organizações de planejamento da força de trabalho e, como eles estão percebendo lacunas de competências na força de trabalho ou a fuga de cérebros, atualmente e no futuro, eles vão concluir que os trabalhadores mais velhos podem ser uma solução”, diz Bos.

American Society for Retired People – maio de 2015.

%d blogueiros gostam disto: