Obama corteja os aposentados e acusa Romney de desprezá-los

O presidente democrata vai discursar por videoconferência ao congresso da principal associação de aposentados americanos.

Washington – Barack Obama dará nesta sexta-feira garantias de que apoiará os aposentados, ao mesmo tempo em que sua equipe de campanha acusou o adversário republicano Mitt Romney de desprezar os eleitores mais idosos com suas declarações sobre os 47% dos americanos que se sentem vítimas e gostam de depender do Estado.

Faltando pouco mais de seis semanas para as eleições, o presidente democrata se dirigirá por videoconferência ao congresso da principal associação de aposentados americanos, a AARP (mais de 40 milhões de membroslones de miembros), que acontece em Nova Orleans, Lousiana.

Este discurso coincide com a presença do companheiro de chapa de Romney, Paul Ryan, na cidade. Ryan defende uma redução drástica dos gastos para equilibrar as contas públicas, e os democratas afirmam que seu plano porá fim aos benefícios sociais dos aposentados e pensionistas.

Desde quinta, a equipe Obama difunde uma publicidade que acusa Romney de querer transformar o sistema público de segurança social para os idosos, o chamado “Medicare”, em um “sistema de cupons”, que teria limite de gastos.

Em outra propaganda dos democratas, exibida nesta sexta, pessoas idosas denunciam as declarações de Romney sobre os 47% dos americanos pelos quais ele não se interessa.

“Não sou uma vítima. Estou chocado que me considerem uma vítima. Ele será um presidente tragicamente ruim”, afirma uma delas.

Os maiores de 60 anos foram a única faixa etária com a qual Obama não conseguiu maioria nas eleições de 2008.

Fonte: Site da Revista Exame

Tags: No tags

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *