Percebo que estou envelhecendo 3

Hoje recebi mais uma dica de que estou ficando velho.

Recebi uma carta oficial do Conselho Regional de Psicologia.

Isso é raro e só acontece em ocasiões especiais.

Um dos Conselheiros me informa que a partir deste ano eu não precisarei mais pagar a anuidade do CRP, como o fazem todos os psicólogos. È uma resolução antiga, que dispensa pessoas com mais de 65 anos de pagar a anuidade.

Li a carta com uma confusão emocional danada. Pensamentos positivos ( a maioria) e alguns negativos.

O meu CRP é um dos primeiros do estado : 06/0000050. Isso mesmo. Foi o de número cincoenta no estado. Muita gente acha que está errado mas é isso mesmo. Sou das primeiras turmas. Já há quase quatro décadas eu recolho anualmente o valor da contribuição.

Uma pequena economia que, felizmente, não alterará nada a minha vida mas o sentido geral desta dispensa é o que importa. Então…………..completo 65 anos de idade neste ano. Para a maioria das entidades da sociedade, eu já estaria aposentado e sem atividades.

Um reconhecimento pelas décadas de trabalho. Um sinal de que está na hora de diminuir o ritmo de trabalho.Uma espécie de condecoração.

Tudo isso junto provoca prazer, susto e chama a atençao para o fato de que todos os esquemas relacionados a idade na nossa sociedade insistem em que eu pare de trabalhar.

Agradeço e aceito com muita alegria esta alteração que, na realidade, trata-se de um reconhecimento pelos anos de luta em prol da profissão.

Esta carta, na realidade, aumentou a minha vontade de fazer uma gostosa festa para comemorar os meus 65 anos de vida. Agora na condição de psicólogo vitalício.

Ôba.

Aguinaldo Neri

 

 

 

 

 

Tags: No tags

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *